Tango Noturno

Postado por Taiane Maria Bonita , domingo, 25 de julho de 2010 20:19

Peguei-me a ouvir um tango um dia desses, confesso que tal ritmo faz minhas veias pulsarem com mais vigor. Lamento que não tenha aprendido, quando ainda jovem, a emaranhar minhas pernas as de um macho ao som de um bom tango; refiro-me à dança, logicamente. Sempre fui fascinada por ela, porém quando moça preocupava-me em me emaranhar em pernas de uma outra forma, e sempre fui boa nisso.


Agora reservo-me às lembranças da juventude, e aos sonhos que por vezes permito-me ter. Já que a dança, esta já não dialoga mais com meus joelhos. Desculpe-me o saudosismo, garanto-lhes que não sou uma velha rabugenta que culpa a juventude dos outros pela ausência da sua. O fato é que a juventude está no espírito e não nos joelhos, desta forma julgo-me jovem; mesmo que as linhas de minhas mãos e os traços do meu rosto insistam em negar tal sentimento.


Contar-vos-ei minha história, mas não esta noite. Esta noite entrego-me ao tango.

4 Response to "Tango Noturno"

Maria Bonita Says:

Écrit par Cacilda B. en 29-08-1923

Hehehehehe

XD

Luccas Neves Stangler. Says:

Elogios ainda precisam ser feitos?
Cacilda se torna, no seu escrito, comovente.

Tony Rodrigues Says:

Gostei muito de ler este seu texto. Parabéns, colega e escritora!

Thiago Vailati Says:

Considerada por mim a mais bela das danças, elegante, forte e principalmente sedutora. Ei de aprender este ritmo, antes que meus proprios joelhos reclamem o tempo e a fadiga!

Postar um comentário

XD!