De fim a princípio.

Postado por Taiane Maria Bonita , sexta-feira, 8 de outubro de 2010 12:10

Escondi meu rosto para mostrar-lhe minha mão; não aquela que toca, acaricia, ou manuseia, a que dá cordas aos confins de minha imaginação. A mão que preenche o papel branco, que colore as lacunas do pensar e assim dá vida.

Aqui! Não é a boca e sim a mão que ganha a incumbência de contar; contar histórias, quaisquer que sejam elas. Porque antes de tudo nada era; e no princípio tudo era verbo, e só depois veio a palavra. Da palavra veio o contar e do contar a história.

Eis-me aqui! Exatamente aqui, entre o contar e a história!

1 Response to "De fim a princípio."

Luccas Neves Stangler. Says:

Uns contos em meio às palavras, às vírgulas,os pontos.

Postar um comentário

XD!