Meu lugar

Postado por Taiane Maria Bonita , quinta-feira, 15 de outubro de 2009 11:08

Procurei nas mais distantes planices e nos mais altos planaltos.
Entre os mais revoltosos e também mais doces mares.
Procurei nas nuvens e nas mais escuras cavernas.

Vaguei dentre as florestas,
Abriguei-me às sombras de árvores cujas copas eu não podia alcançar com os olhos.
Perdi-me ainda entre o emaranhado de concreto da cidade.

Busquei o ar do campo.
Senti o vento tocar minha pele.
Rodei o mundo, criei história

E ainda assim não encontrei...
... lugar mais familiar do que
Os braços teus.

2 Response to "Meu lugar"

Carlos Chaves Says:

Muito bonita essa poesia. Tens uma sensibilidade incrível. Meus parabéns.

Zé do Trilho Says:

Sua singela sensibilidade lhe concedeu este dom.
O domine e o lapide.
Este busca insensante pelo sentimento maior, nos possibilita transpor barreiras das mais diversas, procurar nos lugares mais longínquos para encontrar o que nos é familiar.
Sinto-me honrado com tal compreensão concedida.
És bela, cara poeta!

Postar um comentário

XD!