Declaração a um surrealista

Postado por Taiane Maria Bonita , quinta-feira, 13 de maio de 2010 08:22

Com todas as forças de minhas entranhas

Tu fostes amado.
Desapegada de razão,
Desapropriada de palavras,
deixei de lado todo o método
e a razão que me impuseram na escola.
Tudo isso para te amar.

Amei-te loucamente
Encontrei-te em meus sonhos
E te perdi no meu inconsciente.

Um dia abri os olhos
e te vi de carne e osso.
Feito de imperfeições,
recheado de defeitos.

Vi meu sonho transformado em realidade,
ignorei as projeções de minha mente.
E pela primeira vez
Amei-te por inteiro.

Assim, repleto de defeitos.
Assim, posto em verdade.

1 Response to "Declaração a um surrealista"

Luccas Neves Stangler. Says:

Assim, repleto de sensibilidade.
Belo!

Postar um comentário

XD!